Na natureza, as estações do ano, primavera, verão, outono e inverno, correspondem á infância, juventude, maturidade e velhice.
Pequenos ciclos, são encontrados também dentro dos grandes ciclos, como momentos de conflitos enquanto ainda somos jovens, ou de grandes realizações na velhice, correspondendo a um inverno dentro do verão e um verão dentro do inverno respectivamente.
Os finais de ciclo correspondem à morte, e os inícios ao renascimento.
Morremos para o conforto da fase gestacional ao nascermos para uma vida mais ampla e repleta de estímulos.
Morremos para o aleitamento materno ao nascermos para uma alimentação mais variada em sabores e texturas, morremos para a condição infantil ao nascermos para a adolescência e a possibilidade de mais conhecimentos e descobertas, morremos para a adolescência ao nascermos para a vida adulta e produtiva e assim vai indefinidamente até a morte do corpo físico para o Renascer em espírito.
E o que aprendemos com a compreensão dos ciclos, mortes e renascimento?
Que na vida situações acabam para dar lugar a outras experiências que podem ser vividas com mais maturidade e sabedoria.
Porém, à medida que construímos a personalidade, criamos um sistema de crenças através do contato com o mundo.
Neste sentido, o comportamento reflete este sistema de crenças e o mundo nos devolve tudo aquilo em que acreditamos, pois de acordo com estas crenças, temos emoções e comportamentos correspondentes, criando-se uma freqüência vibratória que atrai experiências específicas de acordo com o que se coloca a nossa frente.
É a grande lei da sintonia da vida com o mundo a que estamos inseridos.
O trabalho, portanto consiste em lapidar a personalidade, através da mudança do sistema de crenças, criar uma nova concepção de vida, através da compreensão de seus ciclos, compreender que por mais difíceis que sejam as situações que vivemos, sempre podemos viver outras com mais plenitude e realização.
Estamos conectados com o Agora, com a natureza e os ciclos da vida, resignificando o passado e construindo um futuro que faça mais sentido em nossa vida.

Cáritas Souzza

Image Hosted by ImageShack.us

Image Hosted by ImageShack.us

::VISITEM OS BLOGS AMIGOS DE MEUS RABISCOS::

Image Hosted by ImageShack.us

Image Hosted by ImageShack.us

Image Hosted by ImageShack.us

::AWARDS E PRÊMIOS RECEBIDOS POR MEUS RABISCOS::

::CLIKA EM MEUS PRESENTES2::

Image Hosted by ImageShack.us

Image Hosted by ImageShack.us






Image Hosted by ImageShack.us




 

:: LINK-ME ::


**Link-me**



 

**Meu Award**




*Meu Award Aprovação*




O melhor site de GIFs!













Image Hosted by ImageShack.us











Image Hosted by ImageShack.us

Premiado por www.templodoriso.zip.net







::SOU E FUI DESTAK::

















BLOG DE MINHA FILHA BIA





Free Image Hosting at www.ImageShack.us

NÃO AMAR A VIDA

Não amar a vida é narrar o que faltou acontecer.
Pois nascer não é o bastante para ninguém.
Não amar a vida é o mesmo que necessitar
D e sentimentos dentro do coração
E sofrer de uma insônia que invade à alma.

Não amar a vida é pior do que ser ausente.
É não encontrar na boca espaço para as palavras.
É um castigo mais severo do que o ódio
E se torna mais grave do que esquecer.
Não amar a vida é morrer de uma tristeza incurável.
É participar do mundo como se ele estivesse sempre por ser recriado.
É colar o fogo porque não existe sonhos a ser sonhados.

Não amar a vida é apressar os fatos por não fazer parte deles
É sentar em uma escada por medo de cair em falso.
É não levar uma foto de ninguém na carteira.
É correr o domingo para chegar na segunda.

Não amar a vida é um crime onde não se reconhece culpa
Um castigo que não errou de endereço.

Cáritas Souzza

Free Image Hosting at www.ImageShack.us

MINHA PÁGINA NO SITE MENSAGENS VIRTUAIS



CORA POESIAS


CLIKA

ROMANTICHOME





Free Image Hosting at www.ImageShack.us



Image Hosted by ImageShack.us

SOFRO

Cáritas Souzza

Sofro com o medo de não ter som para a voz
Que na garganta grita e ao mesmo tempo canta.
Sofro até cansar ao pronunciar pequenas frases.
Sofro espumando espanto e medo.
O sol arredonda a madeira, o ferro, o vidro
Os olhos, as mãos e as palavras mais rudes.
Arredonda o silêncio para não arder
Os desaforos, a culpa e o sonho.
Percebo que, tudo que farpa corta
E tudo que é vivo sinaliza risco.
O grito, a lasca, a lâmina que esconde
Sinais de rebeldia que me permitem
Duvidar dos sentimentos da alma.
Os meus pés cantarolam música.
Ficam com febre para não ir caminhar
Na manhã do dia seguinte.
Sou sempre rápida como uma águia.
E nunca troco meu nome por um referencial.





Histórico:

- 01/05/2006 a 31/05/2006
- 01/04/2006 a 30/04/2006
- 01/03/2006 a 31/03/2006
- 01/02/2006 a 28/02/2006



Outros sites:

- UOL - O melhor conteúdo
- BOL - E-mail grátis
- Blog da Nanda e do Gustavo
- MIDI PARA BLOGS-1
- MIDI PARA BLOGS -2
- MIDI PARA BLOGS - JOVEM GUARDA 2
- smallville news - midi players
- Código FONTE NET
- GIFS
- TEMPLATS CAPRISHU
- TEMPLATS THOMOEDA
- TEMPLATS FASCINAÇÃO
- TEMPLATS IGNORADA
- BLOG DE ROBERTO EIFLER
- David e Amores


Votação:

- Dê uma nota para meu blog

Indique esse Blog


Contador:

Layout:




AMIGOS: ACESSEM MEU NOVO BLOG MEUS RABISCOS:

http://meusrabiscoss.blogspot.com/

E. MEU NOVO BLOG FILHOS DA LUA:

http://filhosdalua2.blogspot.com/

 

 

 

OBRIGADA!!!



- Postado por: Cáritas Souzza às 16h53
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________




20.04.2006 

 

 

 



- Postado por: Cáritas Souzza às 21h23
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________




 26.04.2006

 

 

Gostar  é...

Pressentir segredos  em  músicas  sem letra

Na adivinhação de sentimentos  não  divididos.

 É  não devolver momentos

Mas é  se endividar de  lembranças vividas.


Gostar é praticar a arte de não ficar calada

A  arte de não ficar  em silêncio

É  Ciência de  saber gostar.

 

Gostar  é se tornar neblina

Que faz o mar  espumar  mais cedo

Nas utilidades e inutilidades de algo mais.


Gostar é receber a luz do amor de  alma  aberta

Para  guardar as  alegrias dos momentos vividos a dois.

  Conscientes de que  idade e limitações

Não vai fazer diferença na intensidade do gostar.


Gostar  é ter razão... E  não ter  razão

Mas não ter razão só aumenta o gosto de gostar.

( Cáritas  Souzza)

 

 

 



- Postado por: Cáritas Souzza às 20h06
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________




 



- Postado por: Cáritas Souzza às 11h19
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________




22.04.2006

 

ATUALIDADES DE MEUS RABISCOS

“Meus Rabiscos" continua  recebendo  inscrições  para Destak.  Inscriçoes no mural do blog  e site.   

“Meus Rabiscos” é destak da semana  na Comunidade Ladobladoa . Confiram: http://comunidadeladobladoa.zip.net/index.html

“Meus Rabiscos”  ganhou o troféu The Best da gazeta dos blogueiros, Varios premios  tera direito como um template personalisado um email (seunome@blogueiros.com) mais o link do  blog por um mes exposto na pagina principal da gazeta.

 

Fui arrancada de mim mesma para dar  espaço

Ao que não conseguiu nascer.
Em algum momento da vida

Ouvi o que não devia

E por medo abafei a resposta.

Tranquei a porta do meu quarto

Para poder  chorar baixinho.

A vergonha de chorar afirma

Ser  a certeza de todas as vergonhas

E por isso faz diferença ao escolher

O lugar para deixá-las no rosto correr
Dentro das minhas lágrimas percebo

Que não consigo afastar de mim a solidão.

 ( Cáritas  Souzza)

 
    


- Postado por: Cáritas Souzza às 16h11
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________




13.04.2006

 

Há páginas que ficarão em branco

Imagens que não serão coladas

Lembranças que não terão destaque.

A capacidade de saber sonhar

É  o que mais comove na alma da mulher

Porque se reserva a ela  espaço para a desilusão.

( Cáritas  Souzza) 

  

 



- Postado por: Cáritas Souzza às 13h41
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________




29.03.2006

Sou do amor fulminante que precisa ser vivido

Como uma loucura  até perder a razão

E  esquecer do que não seja possível

Esquecendo as dificuldades

Os detalhes  e pormenores.

O amor que não dar tempo para criar problemas

Não dar tempo para ponderar

Com opiniões de  terceiros.

Sou de não aceitar conselhos  

Decidir consciente e arrepender-se amando.

Ultrapassar-se...

Pois  não existe  desculpa para sobreviver.

( Cáritas  Souzza )

  



- Postado por: Cáritas Souzza às 16h57
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________




08.04.2006

  

 

MEDO

 

Sinto medo de perder as amizades 

De apertar demais as palavras 

E estragar o discurso.

 

De ser violenta com a  respiração 

E do  ar  me transformar em sopro

Minha insegurança é amor 

Minha esperança não permanece dentro da  noite 

Esqueço da reposição dos sonhos 

Do envolvimento da solidão 

No lençol  úmido das lágrimas.


Uma ânsia de ser feliz 

Ao mesmo tempo  me apavora
Na  vontade imensa  de abraçar 

O ideal idealizado sem  me dividir 

E  de me fazer conhecer  sem me assustar.

 

( Cáritas Souzza )



- Postado por: Cáritas Souzza às 07h58
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________




05.04.2006

NÃO  AMAR A VIDA

Não amar a vida é perder a possibilidade

 

De contestar o próprio destino


E  morrer de uma tristeza incurável.

 
É participar do mundo como se ele

 

Estivesse sempre por ser criado.

 

Não amar a vida é um crime

 

Onde não se reconhece culpa

 

Um castigo que não errou de endereço.


É voltar de onde nunca se esteve.


É concluir que o final poderia

 

Ser diferente se tivesse tido um começo.


É escolher tudo da vida

 

E não ter nada para contar

 

Porque não houve história.


É a velhice avançar sem trazer vitórias

 

E  prosseguir  com a indiferença ao tempo.
 
 Não amar a vida é  acreditar

 

Que o amor significa apenas receber.

 

( Cáritas Souzza)



- Postado por: Cáritas Souzza às 16h32
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________




04.04. 2006

APRENDI QUE...

Aprendi que nem tudo deve ser

Compreendido para que possa existir

Páginas  escritas  permanecerão esquecidas

Não serão contabilizadas no amanhã

Que se tornará espuma de sol.


Aprendi  que não se  abraça o vento

Mas é possível sentir sua presença

Dançando nas  folhas das árvores.


Aprendi que a melhor escrita

É  não tentar domesticar a letra

Para sempre ter que esforçar os olhos

Na leitura e compreensão da alma.

 ( Cáritas  Souzza)


 



- Postado por: Cáritas Souzza às 16h16
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________




 31.03.2006

 

 

DEIXEMOS

 

Deixemos o dia passar por nós como um estranho

 

Porém não sejamos estranhos ao passar pelos dias.


Enchemo-nos de palavras de esperança

 

Como quem fala da própria boca para outra boca do vento

 
O mar  já nasce na espera das palavras

 

 Para levá-las a outros lugares

 

O  por do sol  sobe bem mais do que o permitido

 

 Pela observação  dos nossos olhos.

 

Viver é um medo alegre

 

Não viver se torna covardia


Estendemos   nosso destino  na  areia úmida  da praia

 

Para que a pessoa que esperamos

 

Venha sentar ao nosso lado

 

E nos  fazer

 

Companhia por toda a nossa vida.

 

(  Cáritas Souzza)

 



- Postado por: Cáritas Souzza às 17h08
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________




01.04.2006

CONFISSÃO

 

Contava meus pecados com detalhes

 

Aumentava meus pecados com intensidade.

 

O padre sempre tinha sono

 

Ressonava e sonhava  na cabine do confessionário.

 

Confundi o mesmo  com provador de roupa

 

Devido a semelhança que  encontrava entre ambos.

 

São misteriosos os motivos da grade

 

Que separava o mundo de Deus

 

Do mundo dos fiéis. 


 Eu me envergonhava de não ter pecados

 

 Roubava os pecados dos outros

 

Para me sentir mais santa

 

Para ganhar confiança.


Minha fé de infância sempre foi maior do que a forma

 

Que encontrei para rezar

 

 Eu só queria me salvar.

 

Custei a entender que não posso me dar conselhos

 

Não me escuto  porque me escuto tarde demais.

 

(  Cáritas  Souzza)

 



- Postado por: Cáritas Souzza às 15h19
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________




01.04.2006 

PENSAR

 

 

Deduzir não é pensar

 

Pensar requer uma falta de dedução  intensa

 

 Um desequilíbrio que nos equilibra.

 
Deixei de conferir milagres

 

 Todo  milagre  espera 

 

Acontecimentos que   acontecem  em segredos.

 

Meus olhos se acostumaram a abrir e fechar

 

 No movimento das lágrimas.


Aprendi a mastigar ilusão

  

Tomar um cuidado excessivo com as palavras

 

 Antes mesmo de pronunciá-las.

 
Sou semelhante a Estrela-do-mar

 

 Que perde o veludo  translúcido

 

Para ser  somente  cópia  da concha.

 

Sou como uma embarcação

 

 No  interior  do oceano que não se acalma.

 

(  Cáritas  Souzza)



- Postado por: Cáritas Souzza às 15h17
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________




01.04.2006

 

RUPTURA

 

Amar é mais do que ver

 

 É suportar o que não pode ser visto

 

As coisas que não aconteceram não fracassaram

 

Escolheram um outro passado.

 

Não escolhemos o nosso futuro

 

 Escolhemos os  nossos sonhos sonhados. 

 

Não quero cobrar nada

 

Sei que estarei lhe devendo sempre alguma explicação

 

Como a do anjo  que não para de chegar perto de você.

 

 ( Cáritas  Souzza)

 

 

 

Queria acordar como se fosse

Realmente um novo o dia
Onde nada seria improvável

E  nada fosse impossível.
Voltar ao tempo em que não havia

Mortos para enterrar...

Não existia religião  para esconder

Os  hábitos  trocavam de lugar

E  se era feliz de qualquer jeito.

( Cáritas Souzza)

 



- Postado por: Cáritas Souzza às 22h40
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________




01.04.2006

APRENDENDO  DIFERENÇAS

 

 

Aprendi a diferenciar a ilusão da verdade

 

contida na loucura da mentira 


 Olhava o firmamento  na transparência do azul


Usava com compaixão o sempre  vestido na missa de domingo


Conversava com espantalhos para aprender

 

A  calar dentro do medo.

 

Formigas formigavam a terra e a minha alma

 

Minha solidão não tinha bolsos

 

 E  a assombração era arte de viver.

 
 Minha inocência era não saber o que hoje sei

 

 Eu acreditava que havia curvas na vida

 

 E  só depois percebi ser ela  estrada  reta

 

Que só indaga  onde existe possibilidade de resposta.

 
E  que só busca  onde há possibilidade de encontrar  espinhos

 

Empilhando  sonhos  para farpar  o  coração.

( Cáritas  Souzza)

  

Minhas decisões não influenciam o mundo,

Não me arrependo  da responsabilidade de agir
Conto  histórias sem me preocupar com o estilo

E   sim somente com o final.



- Postado por: Cáritas Souzza às 20h41
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________